Últimas Notícias

Sarney Filho destaca importância do período de ‘defeso’ para o Maranhão Destaque

Durante inauguração da nova Colônia dos Pescadores da Raposa, o ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, comentou sobre a grande importância que tem o respeito pelo período de defeso do camarão, onde a pesca do mesmo é proibida.

Segundo o ministro, os pescadores precisam entender que “esse é um momento de preservação do melhor camarão do Brasil. Não se trata de nossa geração, mas sim das que virão terem a garantia de ainda poderem saborear o camarão maranhense”, relatou.

Sarney Filho disse ainda que “a proibição não é apenas ao pescador artesanal, mas também para os que trabalham com pesca industrial, que depois de tirarem todo o camarão de uma região, caso não respeitem esse período, eles vão embora para outra e os moradores daquela região que ficam penalizados”, concluiu.

Uma portaria dos Ministérios do Meio Ambiente e da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, estabelece um período de defeso de quatro meses, no estado do Maranhão – entre 1º de janeiro e 30 de abril para a pesca de camarões rosa, branco e sete barbas. De acordo com a portaria, devido às especificidades do litoral dol Maranhão, nas reentrâncias maranhenses, o defeso se estenderá até 31 de maio.

A portaria esclarece que o período mais longo do defeso, em  áreas que funcionam como berçários para  as espécies marinhas, ajudará de forma mais efetiva na recomposição dos estoques. Estão incluídas nessa situação regiões de estuários, reentrâncias e igarapés (áreas de criadouros naturais).  No período do defeso estão proibidas nessas áreas a pesca artesanal por meio de quaisquer artes, técnicas ou métodos de pesca, fixa ou semifixas (redinha de emalhar, puças de arrasto, furzacas, muruadas e zangarias).

Essa portaria interministerial estabelece normas e ordenamento de pesca para a área compreendida entre a fronteira da Guiana Francesa com o Brasil e a divisa dos Estados do Piauí e Ceará, englobando o Maranhão.

Envie um Comentário

Preencha os campos obrigatórios antes de enviar.