Últimas Notícias

Ministério apresenta Água Doce ao mundo Destaque

Progama de acesso à água de boa qualidade em comunidades rurais do semiárido será exibido no Congresso Mundial de Dessalinização.


WALESKA BARBOSA

O Brasil vai apresentar a experiência do Programa Água Doce (PAD), coordenado pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA), no Congresso Mundial de Dessalinização, reconhecido como o principal evento mundial na área, entre os dias 15 e 19 de outubro, em São Paulo (SP). O ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, será representado pelo secretário de Recursos Hídricos e Qualidade Ambiental do MMA, Jair Vieira Tannus Junior, na abertura do evento.

Ao longo do Congresso, a equipe da Secretaria de Recursos Hídricos e Qualidade Ambiental do MMA fará exposições sobre o Programa Água Doce e o processo de osmose inversa usado como tecnologia para dessalinização de água salobra de poços do semiárido brasileiro. Uma maquete interativa do sistema produtivo do PAD também será exposta no evento.

O Água Doce visa estabelecer uma política pública permanente de acesso à água de boa qualidade para o consumo humano, promovendo e disciplinando a implantação, a recuperação e a gestão de sistemas de dessalinização ambiental e socialmente sustentáveis. Atende, prioritariamente, as populações de baixa renda em comunidades difusas do semiárido. O PAD envolve parcerias com diversas instituições e a participação da comunidade na gestão compartilhada dos sistemas de dessalinização.

Segundo o secretário Jair Tannús, “os técnicos do Programa Água Doce serão capacitados pelos maiores especialistas do mundo na área de dessalinização e reúso, além de terem contato com as mais avançadas tecnologias disponíveis na atualidade”.

DEBATES

O congresso é realizado a cada dois anos pela Associação Internacional de Dessalinização (IDA). Pela primeira vez, ocorrerá na América Latina, onde são esperados mais de 1,2 mil participantes, com a presença de líderes do setor público e privado de todo o mundo e dos principais especialistas governamentais, de universidades e da indústria.

Haverá debates e discussões em torno da crescente demanda por uma fonte sustentável de água doce frente ao crescimento populacional, à expansão econômica, à degradação dos recursos existentes e aos efeitos da mudança do clima.

“Será uma oportunidade única de apresentar o PAD e de trocar experiências com os principais profissionais e especialistas no tema”, acrescenta o diretor do Departamento de Revitalização de Bacias Hidrográficas e Acesso à Água do MMA e coordenador do PAD, Renato Saraiva Ferreira.

NORDESTE

No congresso, o Programa Água Doce será apresentado no auditório principal, em painel sobre Dessalinização e Reúso no Nordeste do Brasil, coordenado pelo Ministério e com representantes dos estados do Nordeste que discutirão a experiência da reutilização e dessalinização de água e planos para o futuro (em particular, no Ceará e Rio Grande do Norte).

Além disso, representantes de governo e líderes comunitários discutirão o Programa Água Doce com ênfase no uso da energia solar. O debate contará com a participação do co-presidente do Conselho Global Solar, Gianni Chianetta.

No evento, será exposto um documento sobre o Programa, elaborado pela equipe do MMA responsável pela coordenação do projeto. Além disso, técnicos dos 10 estados envolvidos na execução do PAD serão capacitados por especialistas mundiais na temática da dessalinização e reúso da água.

O MMA também terá um estande com maquete interativa do sistema de produção integrada do PAD – que usa o efluente do dessalinizador para produzir peixes e posteriormente para irrigar a erva-sal, uma planta usada como alimento para o rebanho da comunidade, garantindo além de água de qualidade para o consumo, o aumento da segurança alimentar para as famílias atendidas.

ÁGUA DOCE EM NÚMEROS

Implantando em 2003, o PAD já beneficiou mais de 480 pequenas comunidades. A produção diária é de cerca de 1,9 milhão de litros de água de qualidade para o consumo humano, atendendo aproximadamente 192 mil pessoas.

Até o momento, 742 obras foram contratadas, sendo que destas, 482 sistemas de dessalinização foram implantados ou recuperados e 82 estão em fase de implantação.

O Programa diagnosticou ainda 3,4 mil comunidades com perfil para receber o sistema em 330 dos municípios brasileiros mais críticos quanto ao acesso à água.

 

PROGRAMAÇÃO

17/10 – das 11h10 às 12h30 – Painel 3 – Dessalinização e reúso no Nordeste do Brasil – Apresentação do Programa Água Doce Nacional e Estaduais.

18/10 – Apresentação de painel, submetido pelo MMA, que vai discutir estudos de caso na América Latina, com foco na participação social na gestão de sistemas de dessalinização em pequenas comunidades do semiárido.

19/10 – Visita a um sistema na comunidade Maria da Paz, em João Câmara, no Rio Grande do Norte, e participação da inauguração de um conjunto de sistemas.

 

SERVIÇO

Congresso Mundial IDA 2017

Data: 15 a 19 de outubro

Local: World Trade Center - Avenida das Nações Unidas, 12.559 - Brooklin Novo, São Paulo (SP).

Informações sobre o evento

Envie um Comentário

Preencha os campos obrigatórios antes de enviar.