Últimas Notícias

Ministro visita sobrevivente de queda de avião Destaque

O analista ambiental do Ibama Lazlo Macedo de Carvalho deve receber alta nesta terça-feira (26/09). Acidente ocorreu no dia 3 de julho em Roraima.


WALESKA BARBOSA

Um dia antes de receber alta do hospital em que passou 84 dias internado, o agente ambiental do Ibama Lazlo Macedo de Carvalho, 44 anos, único sobrevivente de acidente aéreo ocorrido no dia 3 de julho, em Cantá (RR), durante operação ambiental realizada pelo Exército e pelo Ibama, recebeu a visita do ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho. A previsão é de que ele receba alta às 11 horas desta terça-feira (26/09), com uma festa de despedida.

Após o acidente que vitimou outros três agentes federais e o piloto da aeronave, Lazlo foi socorrido em estado grave para o Hospital Geral de Roraima e transferido no dia seguinte para o Centro de Tratamento de Queimados (CTQ) do Hospital de Força Aérea do Galeão (HFAG), no Rio de Janeiro.

“Fiquei muito feliz de ver o Lazlo vivo e a sua recuperação. O trabalho dos fiscais do Ibama é fundamental para diminuir os índices de desmatamento. A sociedade reconhece isso e é profundamente grata à essa dedicação. São verdadeiros heróis do povo brasileiro”, afirmou o ministro.

Sarney Filho também assegurou o apoio do Ministério à família e a continuidade do tratamento.

Lazlo pediu empenho na implantação de normas de segurança para os servidores que trabalham na linha de frente da fiscalização ambiental, compromisso assumido pelo ministro logo após o acidente.

O diretor de Qualidade Ambiental do Ibama, Luciano Evaristo, afirmou que desde o acidente nenhum servidor do órgão recebeu autorização para utilizar aeronaves de terceiros sem que a sede, em Brasília, seja comunicada e, após levantar a regularidade, liberar ou não a viagem.

De acordo com Evaristo, em até trinta dias, será publicada a norma técnica que vai instituir o protocolo de segurança para ações na Amazônia.

GARRA

Segundo a equipe médica que o atendeu, o preparo psicológico de Lazlo e sua garra impressionaram e foram também responsáveis por sua recuperação. Ele deu entrada no HFAG com 50% do corpo queimados, principalmente os membros superiores, aspirou fogo e borracha. “Ficamos impressionados com o dano. Nunca tínhamos visto nada parecido”, afirmou a capitã médica Fabíolla Boroni.

O ministro Sarney Filho foi recebido com honras militares pelo diretor do hospital, Brigadeiro Apolinário. Estavam presentes o superintendente do Ibama no Rio, Roberto Huet; o analista ambiental do Ibama Nelson Feitosa, e o coordenador-geral de Licenciamento Ambiental de Empreendimentos Marinhos e Costeiros, Antônio Celso Junqueira.

“A visita foi extremamente produtiva. O hospital prestou um acompanhamento excepcional e o ministro se mostrou bastante atento a todo o processo de recuperação de Lazlo”, disse Huet.

 


Assessoria de Comunicação Social (Ascom/MMA)
(61) 2028-1227/ 1311/ 1437
Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Envie um Comentário

Preencha os campos obrigatórios antes de enviar.