Últimas Notícias

Sarney Filho visita hoje a Resex Marinha de Cururupu Destaque

Ministro do Meio Ambiente também irá inaugurar as instalações da “Casinha do Pescador” e visitar embarcações pintadas com as cores do projeto “Pesca para Sempre” e o Cine Escola da Comunidade

BRASÍLIA - O ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, visitará hoje a Reserva Extrativista Marinha de Cururupu, no Maranhão, para assinar o plano de manejo desta unidade do ICMBIO.

Nos arquipélagos de ilhas costeiras que integram a Resex está em desenvolvimento um programa para controlar a exploração da produção pesqueira, e em especial da pescada amarela, devido ao comércio internacional do grude (bexiga natatória dos peixes) para a indústria de alimento e cosméticos. A cerimônia está marcada para as 15h, na ilha de Guarejutiba.

O Plano de Manejo de uma unidade de conservação é elaborado a partir de diversos estudos, incluindo diagnósticos do meio físico, biológico e social e visa estabelecer as normas, restrições para o uso, ações a serem desenvolvidas e manejo dos recursos naturais e de seu entorno.

Durante a visita também será analisada com a comunidade a Implantação de Energia Alternativa nas Ilhas da Resex e a criação do Defeso da Pescada Amarela, uma forma de proteger a espécie.

O ministro também irá inaugurar as instalações da “Casinha do Pescador” e visitar embarcações pintadas com as cores do projeto “Pesca para Sempre” e o Cine Escola da Comunidade.

Durante a visita também haverá a entrega de Solicitação de Implantação de Energia Alternativa nas Ilhas da Resex e da Solicitação de Criação do Defeso da Pescada Amarela.

Arquipélagos

A Resex Marinha de Cururupu possui 185.056 hectares e é composta por arquipélagos de ilhas costeiras na região das Reentrâncias Maranhenses. Compõe a zona insular do município de Cururupu e possui grande representatividade de ambientes de influência flúvio-marinha, como manguezais, restingas, apicuns e lavados, caracterizados pela alta produtividade pesqueira e diversidade sociocultural.

Está sobreposta com a APA Estadual das Reentrâncias Maranhenses, um dos 20 sítios Ramsar brasileiros, que são áreas reconhecidas internacionalmente pela Convenção de Ramsar por sua importância para a biodiversidade. A área também é considerada uma Reserva Internacional da "Rede Hemisférica de Reserva para Aves Limícolas" (WHSRN), por servir de abrigo e alimentação para mais de 325 mil espécimes de aves migratórias neárticas, sendo, portanto, considerada de grande relevância no contexto da biodiversidade.

O município de Cururupu sempre ocupou uma das primeiras posições com relação à produção pesqueira no Estado no Maranhão. Dentre as espécies de importância econômica na região destaca-se a pescada amarela –Cynoscion acoupa, que devido ao comércio internacional do grude (bexiga natatória dos peixes) para a indústria de alimento e cosméticos, vem sofrendo com a exploração.

Diante da necessidade de proteger esta espécie, no final de 2014, se deu início ao programa “Pesca para Sempre”, uma parceria entre três organizações internacionais sem fins lucrativos: RARE, o Fundo de Defesa Animal (EDF) e a Universidade da Califórnia, Santa Bárbara (UCSB). Seu objetivo é propor medidas de conservação e participação social a partir de levantamentos in loco e da realização de campanhas para promover a pesca sustentável da pescada-amarela na comunidade de Guajerutiua. Por meio da metodologia Pride da RARE, a campanha promoveu a mobilização da comunidade e apoiou processos de capacitação dos extrativistas, sendo desenvolvida de maneira integrada com os pesquisadores da UEMA.

Leia mais notícias em OEstadoMA.com e siga nossas páginas no Facebook, no Twitter e no Instagram. Envie informações à Redação do Jornal de O Estado por WhatsApp pelo telefone (98) 99209 2564.

Envie um Comentário

Preencha os campos obrigatórios antes de enviar.